Prezando oferecer experiências exclusivas que valorizem a cultura dos cavalos e a vivência do campo, a empresa de traduções 4doc, está participando de um projeto de agropecuária que oferece aulas de equitação.

A agropecuária Cantidio é uma pequena propriedade rural, de agropecuária familiar, que além de toda produção, tem como principal desejo atender e servir pessoas em toda a sua estrutura. Kalvin, Camila e Lorenzo Cantidio são pequenos produtores de ovinos e bovinos de corte e além disso, são amantes da natureza e dos cavalos.

“Como toda crise traz consigo possibilidades, então a ideia do projeto surgiu”, conta Kalvin. Como em 2020, em meio da pandemia do Covid-19, muitas pessoas ficaram desesperadas dentro de suas casas, com crianças que estavam acostumadas com toda a liberdade de estar em meio a natureza, “então nós abrimos as nossas “porteiras”, que fica há 15 minutos de Londrina, para visitas, passeios a cavalo, aulas de equitação e comercializamos nossos produtos, como queijos, cordeiros, frangos caipiras, entre outros”, acrescenta.

As visitações começaram há dois meses, antes o espaço já recebia famílias, porém de maneira esporádica e despretensiosa.

Cuidados com o distanciamento

Em todas as visitas as regras do decreto municipal são seguidas, desde o uso de máscaras, álcool em gel nos ambientes comuns, além do espaço aberto de 18 alqueires que permite e torna mais fácil todo o distanciamento social.

Como a ideia surgiu em meio a pandemia e talvez, exatamente por causa dela, foi não somente uma oportunidade de negócio, mas também um auxílio para as famílias que estavam cansadas de estar em casa e precisavam de um ambiente seguro para relaxar e esquecer um pouco de todo o cenário triste que o país vem vivendo.

 

Pessoas beneficiadas com o projeto

“Temos beneficiado diversas pessoas, recebemos em media de 20 famílias por semana e esse número corresponde a 70 a 80 pessoas”, relata Camila.

Ela ainda acrescenta dizendo que o projeto ainda está passando por um investimento e melhoramentos diários. “A proposta não é oferecer um ambiente totalmente pronto para visitação, na verdade, fazemos questão que os nossos visitantes vivam e presenciem todo o processo de evolução conosco. Estamos realmente abrindo a nossa casa para eles”, finaliza.

Além disso, para os funcionários da 4doc, o espaço se tornou um local para relaxar nas folgas do trabalho, conta a tradutora Tatiane Guedes. “Estamos em uma intensa rotina de trabalho home office, então o descanso em meio a natureza é uma grande recompensa”.

A 4doc é uma empresa que faz a busca, tradução e apostilamento de documentos para processos de cidadania e conta com profissionais multidisciplinares espalhados por todo o mundo para atender seus clientes de maneira eficaz e torna sua experiência única.

Compartilhe: