A busca de certidões e documentos na Itália é o primeiro passo para quem quer possuir a dupla cidadania e tirar todos os proveitos de se tornar um cidadão europeu.

Mas como saber quem tem direito a cidadania italiana? Antes de tudo, é importante saber que a cidadania é transmitida pelo direito jus sanguinis – direito de sangue.

É determinado pela Constituição Italiana que filhos de italianos, mesmo os nascidos fora do país, são cidadãos italianos desde o nascimento.

Mostraremos o que é necessário para realizar esse processo e assim possuir seu passaporte europeu.

Como saber em qual região é meu antenato?

Pela lei vigente de que a cidadania italiana é transmitida através do direito do jus sanguinis, qualquer pessoa que possuir um descendente do país é italiano por direito.

Essa lei não coloca nenhum limite de geração, então se você possui sangue italiano – que veio de seu avô, bisavô ou até tataravô – é possível sim solicitar a segunda nacionalidade.

Alguns passos que podem ser necessários para localizar seu antenato:

  1. Converse com seus parentes

Fale com sua mãe, avó, tio, todos os parentes possíveis. Tire todas as dúvidas sobre a origem de sua família, onde nasceram, cresceram, casaram, caso tenha ocorrido o óbito, qual o local. Pergunte se há algum documento de família guardado, carta antiga ou até mesmo se tem o conhecimento de alguém que possua certidões antigas deles.

  1. Utilize a internet

Há alguns sites disponíveis na internet que podem auxiliar na hora de procurar um antepassado. Alguns deles são:

É importante pesquisar o máximo que conseguir, pergunte para seus parentes, busque em sites que podem ajudar. Quanto mais informação, melhor

Bancos de Dados dos Registros de Imigrantes

O Arquivo Nacional é um órgão do Governo Federal que possui todos os registros estrangeiros que vieram para o país, é nele que você pode tirar todas as suas dúvidas quanto a localidade de seu antepassado. É possível acessar os registros pela internet.

Para pesquisar os documentos que está a procura é necessário acessar o Sistema de Informações do Arquivo Nacional, se cadastrar e pesquisar pelo sobrenome do imigrante desejado.

Contrate uma assessoria para auxiliar

A busca pelos documentos italianos é um processo que demanda muito tempo e esforço. Caso você não tenha todo esse tempo disponível, o melhor é contratar um serviço de assessoria especializada em cidadania italiana.

O profissional irá resolver toda a burocracia e assim, facilitar o trabalho para que você consiga tirar sua dupla nacionalidade.

Como e quando é necessário retificar uma certidão

A retificação de documentos é o processo que é feito para corrigir todas as certidões – nascimento, casamento, óbito – que tenham dados incorretos.

Os erros podem ocorrer devido a transcrições incorretas dos registros originais ou até pela incompreensão da leitura dos documentos mais antigos, escritos à mão.

O que é necessário retificar?

  • Primeiros nomes;
  • Sobrenomes;
  • Datas e locais de nascimento, casamento e óbito;
  • Nacionalidade;
  • Naturalidade;
  • Números de livros, páginas e termos dos registros.

Como retificar os erros?

As retificações podem ser feitas de forma judicial e extrajudicial.

A judicial é realizada através de um processo quando os erros não são evidentes. É preciso a ajuda de um advogado e de provas que evidenciem os erros. São processos caros e que podem levar mais de um ano.

A extrajudicial é realizada no cartório, quando o erro é evidente. O cartório sabe te dizer se o erro é evidente ou não. O processo é mais em conta e demora cerca de 60 a 90 dias.

Leia também: Quanto tempo demora um processo de cidadania italiana?

 

 

Como realizar a busca de certidões e documentos na Itália?

Para ter todos os documentos necessários para realizar sua dupla cidadania, é preciso fazer uma pesquisa. Profissionais especializados na busca de certidões e documentos na Itália podem te ajudar nessa hora.

Árvore genealógica

O primeiro passo necessário para a busca dos documentos é a montagem da árvore genealógica de sua família. É importante conversar com os pais, avós, tios, para saber todas as informações necessárias.

Para começar, olhe sua certidão de nascimento, ela contém informações sobre os pais, o lugar onde realizaram o casamento, onde nasceram, e assim pode ir te levando ao caminho de chegar em seu antepassado italiano.

É importante também se atentar na grafia dos nomes e sobrenomes dos documentos para retirar sua cidadania italiana, já que muitos deles foram ‘’abrasileirados’’ e podem possuir erros ortográficos ou trocas de letras – o que pode dificultar a procura.

Encontrando as certidões

Com a árvore genealógica da família montada, é hora de começar a ir atrás das certidões mais recentes. Para esse processo, as certidões precisam ser em inteiro teor – conhecida também como integral – que é um documento com todas as informações, mesmo as mais irrelevantes. É um livro de registros que possui todos os atos praticados.

Para quem quer ter sua dupla cidadania italiana, o melhor a se fazer é contratar um profissional na área, ele irá atrás de todas as certidões e documentos italiano necessários para concluir o processo de forma rápida e eficiente.

Se você precisa de orçamento de tradução juramentada, ou quer realizar uma busca de documentos, converse com nossa equipe comercial. Já realizamos mais de 25 mil traduções em diversos idiomas.

Compartilhe: